BUSQUE O ARTIGO

Moda, Beleza e Comportamento

Tag Archives:
ambientes

Iluminação

Olá Bellas, td bem?

Hoje vou dar algumas dicas de iluminação gerais, para vocês usarem e abusarem desse recurso tão versátil na decor!

Aliado às cores e ao mobiliário empregado no ambiente, uma boa iluminação é capaz de promover requinte e aconchego. Sua utilidade vai além de apenas iluminar, pois também exerce uma importante função decorativa.

Você está buscando imóveis para alugar e precisa de algumas dicas de decoração? Está de mudança para a casa nova? Ou está decorando seu escritório? Então a iluminação não pode faltar na sua nova decoração.

Útil como ferramenta decorativa, a iluminação pode destacar o desenho e design de peças de arte, elementos arquitetônicos e móveis presentes no ambiente.

Logo mais você vai saber como a iluminação pode ajudar em seu projeto de design de interiores. Vamos lá?

1 – Cada espaço é único

Engana-se quem pensa que a iluminação deve abranger o ambiente como um todo. Muitas pessoas acreditam que um único método deve ser aplicado em todo o cômodo, mas para extrair o melhor que a luminosidade do ambiente tem a oferecer é importante considerar a necessidade de cada espaço.

Vamos tomar um quarto como exemplo: num ambiente destinado ao descanso, é importante contar com uma iluminação mais baixa deixando as áreas do guarda-roupa mais clara. Na área da cama, é indicado optar por abajur ou luminária de mesa.

2 – Escolha bem lustres e luminárias

É importante o observar o tamanho do espaço do ambiente, para que a luminária ou lustre escolhido não fiquem desproporcionais nos imóveis.

Se o imóvel é amplo com espaços abertos –  estilo estúdio – um lustre maior e chamativo cairá bem, mas se o espaço é menor, a melhor escolha seria um lustre pendente e mais simples.

Já as luminárias são ideais para espaços de leitura ou sobre alguma mesa. Essencialmente, para propor uma iluminação mais discreta. Ficam muito bem nos quartos e salas pequenas.

Para iluminação sobre a mesa ou balcões de cozinha, escolha uma luminária com iluminação mais fosca. As lâmpadas com composição em acrílico ou vidro fosco oferece ponto de luz mais fechado e suave.

3 – Iluminação para objetos de destaque

Abajures com clip e mini lâmpadas oferecem foco a objetos de prateleiras e estantes. Se a intenção é destacar objetos decorativos, apostar nestas opções pode ser uma boa pedida para iluminar estas áreas.

Outra opção, mas não tão prática, é instalar spots com lâmpadas dicroicas nas estantes ou armários para uma iluminação direta sobre os objetos.

4 – Conheça as fitas de LED

Com presença ainda tímida em projetos de decoração, as fitas de LED podem ser muito bem aproveitadas em pequenos espaços como prateleiras, sejam avulsas ou integradas a armários e estantes.

As fitas são vendidas em diversas medidas, sendo assim, é importante medir o local onde a mesma será instalada antes de aplicar na superfície. Cores variadas também estão disponíveis, permitindo “brincar” com os itens decorativos.

Além de econômica, as fitas são versáteis, pois permitem total personalização de ambientes internos e externos. Por não emitirem tanto calor como as demais, é considerada uma das melhores opções para móveis e prateleiras.

5 – Atenção aos espelhos

Evite pontos de luz próximos aos espelhos, pois o reflexo que ocorre quando a luz entra em contato com o material espelhado causa incômodo nos olhos. Lembre-se: a iluminação nunca deve interferir na visão ou refletir diretamente nos olhos.

Durante o processo de decoração, pense bem onde os espelhos decorativos ficarão expostos e projete quais os melhores locais para iluminação pontual.

6 – Escolha a cor da lâmpada

Assim como a cor dos móveis e paredes, as lâmpadas utilizadas para iluminação dos ambientes devem ser bem avaliadas. Lembre-se que a decoração deve harmonizar como um todo, sendo assim, a temperatura de cor deve estar de acordo com o cômodo ao qual será instalada a lâmpada.

Luz fria é indicada para espaços com intensa movimentação. Lavanderias, cozinhas e banheiros são ambientes de atividade, por isso a necessidade de uma iluminação mais ampla.

Já quartos e salas que são espaços mais intimistas e, muitas vezes, há a presença de televisores, opte por uma iluminação mais quente e de tom amarelado.

7 – Lâmpadas de LED

As lâmpadas de LED têm sido muito procuradas devido à facilidade de instalação e economia de energia elétrica. Uma de suas vantagens é o fato de poder ser instalada em qualquer espaço de maneira simplificada e móvel.

Há diversos modelos e tamanhos à venda, possibilitando que seja inserida em abajures e luminárias. Se a intenção é economizar, indica-se que seja instalada em cômodos com mais acesso e que costumam ficar com as luzes acesas por mais tempo.

Nesta opção, também há a possibilidade de escolher a cor da iluminação, entre tons quentes, intermediários ou frios. E, não se preocupe, pois as fitas de LED não danificam a superfície do móvel, visto que é uma preocupação para quem tem casas para alugar ou escritórios com móveis inclusos.

luz2a
Projeto Clinica DECORação

 

Projeto Clinica DECORação
Projeto Clinica DECORação

8 – Quando utilizar luminárias e lustres

Fonte: Freepik.com
Fonte: Freepik.com

Lustres oferecem um ar mais sofisticado ao ambiente, sua escolha deve ser estudada juntamente com os demais itens de decoração para não destoar nos ambientes. É aplicado em salas de estar, cozinhas e em dormitórios.

Os mais tradicionais possuem ramificações em cristal, mas há no mercado diversificadas opções mais modernas ou rústicas. Existem modelos que utilizam lâmpadas e aqueles que as substituem por velas. A escolha depende muito da proposta do ambiente.

As luminárias podem ser encontradas em opções de mesa, de parede, embutidas e também pendentes. Promovem iluminação pontual e são indicadas para espaços que não exijam tanta incidência de luz.

Podem ser encontradas em tamanhos maiores, similares a abajur ou lustre. Geralmente, aplicadas para proporcionar mais discrição caso o restante da decoração seja o principal centro de atenção.

Há também os chamados pendentes que ficam suspensos. Estes, em sua maioria, são mais clean e podem ser utilizados tanto em apartamentos quanto em escritórios.

A decoração dos cômodos deve ser harmônica, pois é essencial sempre observar a necessidade de cada espaço e qual proposta deseja ser empregada em cada ambiente ao definir a iluminação. Portanto a contratação e auxilio de um profissional e imprescindível.

E aí Bellas, gostaram das dicas de hoje? Se você quiser uma dica sobre algum assunto especifico, manda sua sugestão para gente!

Um grande beijo,

Arq. Luiza Altman
Clinica DECORação
https://www.facebook.com/siteclinicadecoracao/
www.clinicadecoracao.com.br
Instagram: @clinicadecoracao

Aproveitando os espaços – parte 2 – Multifunções

Olá Bellas, tudo bem?

Continuando o tema da ultima dica, hoje separei mais dicas de como aproveitar os espaços usando estantes diferentes e nichos em dry wall por exemplo e como essas soluções podem abrigar diferentes usos no mesmo espaço.

O dry wall nada mais e que a famosa parede de gesso, material muito usado em forros, divisórias, mas também pode ser usado na confecção de nichos e estantes em locais onde o orçamento e mais curto e o espaço é limitado. Suas vantagens vão desde uma execução mais rápida e limpa até a facilidade de embutir fiações e luminárias por exemplo.

IMG_55
Projeto Clinica DECORação

Nesse meu projeto, que, aliás, e a minha linda casinha, eu optei por uma estante de drywall de apenas 15cm de profundidade no espaço que tinha entre a parede da cozinha e a porta da varanda, para colocação de objetos decorativos, pequenos livros e embuti a televisão. Para isso coloquei um reforço interno em madeira tratada entre os perfis do gesso para segurar a televisão com segurança. Ainda aproveitei para colocar uma iluminação embutida que deu um charme extra, além de ser mais confortável na hora de ver um filminho, ou seja, varias funções em um pequeno espaço!

Nesse outro projeto abaixo, a arq. Bruna Oliani usou o drywall em seu escritório fazendo um lindo nicho para seus livros na parede e também para quadros na sala de reunião e no espaço do café, mas ele pode abrigar diversos objetos e mudar com muita versatilidade.

IMG_5501

Fotos: https://www.facebook.com/cacaromanifotografia/?ref=br_rs Projeto : Arq. Bruna Oliani Arq Corp https://www.facebook.com/arqcorp
Fotos: https://www.facebook.com/cacaromanifotografia/
Projeto : Arq. Bruna Oliani Arq Corp

Já as estantes podem ter uma função mista aproveitando o espaço para dividir e abrigar objetos, como nesse projeto da arq. Maysa Henriquez, que além de ser uma lousinha charmosa, divide o ambiente e ainda cria espaço para objetos decorativos, livros (e até para o gato, hehe).

IMG_5517

 

IMG_5518

 

IMG_5525
Projeto Arq. Maysa Henriquez +55 11 99884-2600

 

Nesse outro projeto meu, o dry wall aparece novamente como nicho decorativo e divisória, trazendo a iluminação embutida também com efeito decorativo.

IMG_54

 

Gostaram de mais essa dica, Bellas? Contem pra gente suas duvidas, que vamos dar dicas aqui.

Um grande beijo,

Arq. Luiza Altman
Clinica DECORação
https://www.facebook.com/siteclinicadecoracao/
www.clinicadecoracao.com.br
Instagram: @clinicadecoracao

Cores nas paredes

Oi Bellas, tudo bem?

Muitas pessoas tem vontade de pintar alguns cômodos da casa com cores mais intensas, mas acaba não fazendo por medo de errar ou cansar rápido, ou não conseguir combinar mais nada nos moveis e objetos depois de escolher o tom predominante.

Ao contrario do que se pensa, não necessariamente um tom mais escuro diminui o ambiente. Se o ambiente for amplo e iluminado, pode-se pintá-lo inteiro do tom escolhido sem problemas. Agora se for um ambiente pequeno, procure pintar apenas uma parede de destaque, geralmente a primeira que avistamos ao entrar no ambiente.

Além disso, alguns truques como portas brancas, rodapé ,sancas e forro branco dão o contraste e um charme final.

Interior of a large modern bedroom with a fireplace and ceiling fan. Horizontal format.

Em ambientes muito escuros, opte por tons mais claros nas paredes. Em ambientes muito claros, tons queimados ou pasteis são os mais recomendados, para que não ofusquem a vista e nem cansem rapidamente

Você pode brincar com as cores, com listras verticais e horizontais em uma parede de destaque , por exemplo. Listras horizontais alongam o espaço, as verticais causam impressão de um ambiente com pé direito mais alto.

Minimalist living room with colorful wall and modern sofa - 3d rendering

Tons de cinza estão fazendo muito sucesso nas decorações atualmente, pois não pesam e combinam com quase todas as cores. Eles pedem objetos e moveis coloridos , como tons de rosa, azul turquesa ou amarelo, contrastando sempre com peças brancas e pretas. Se escolher um tom bem escuro, opte por quadros coloridos com molduras brancas para dar o contraste. Madeiras claras em tons caramelo são uma ótima combinação para ambientes com paredes cinza.

Ideas about ottoman

 

The modern interior of home office

Ambientes como cozinhas e banheiros pedem cores mais vibrantes como vermelhos e amarelos, para dar vida e contrastar bem com as louças e metais.

Yellow wall with utensils on a shelf and wall clocks

Ambientes como quartos já solicitam cores mais neutras e aconchegantes, como os tons de verde, bege, marrom azul e lilás, para que o sossego esteja presente na hora do sono.

Blue modern bedroom with wooden bed and niche with books - 3D Rendering

Independente do seu estilo e gosto, sempre recomendo fazer um teste na sua parede antes de pintar e comprar toda a cor escolhida. Muitas lojas de tintas dispõem de latas pequenas de teste, e você mesma pode aplicar para ver o efeito, até porque a cor do catalogo é uma, mas na sua parede, com a luminosidade do ambiente a coisa muda de figura. Então testar é uma ótima forma de não errar!

Um grande beijo,

Arq. Luiza Altman
Clinica DECORação
https://www.facebook.com/siteclinicadecoracao/
www.clinicadecoracao.com.br
Instagram: @clinicadecoracao