BUSQUE O ARTIGO

Moda, Beleza e Comportamento

Tag Archives:
amendoim

Pão de mel Fit

Há duas versões: A primeira versão conta que o pão de mel nasceu na Rússia por volta do século IX e era chamado de “pryanik”. Ele era uma mistura de farinha, suco de frutas e mel, sendo que esse último ingrediente constituía quase metade de todos os outros. Mais tarde, lá pelos séculos XII e XIII, foram adicionadas especiarias vindas da Índia e Oriente Médio, como canela, nozes, gengibre, frutas secas, entre outros.

Com o tempo a receita se espalhou e em cada região que o pryanik foi introduzido, ele ganhou um jeitinho diferente para ser preparado e assado. Ele era feito em vários formatos, desde animais, para enfeitar as árvores de natal, até alguns formatos próprios para casamentos, festas, celebrações, datas especiais e, olhe só que curioso, eram também ofertados em formato de anjos para doentes, com o objetivo de curar a pessoa.

A outra versão nos diz que o pão de mel é um doce de origem europeia, elaborado à base de mel, farinha de trigo, chocolate, manteiga, especiarias e ovos. Nesse caso, os culinaristas europeus descobriram que o pão de especiarias poderia ser coberto com chocolate derretido para prolongar o seu sabor e umidade.

Atualmente o pão de mel é apreciado em todo o mundo, com ou sem cobertura de chocolate, e com diferentes recheios.

Pão de mel fit

-> Ingredientes:

2 ovos
3 colheres de sopa de cacau 100%
3 colheres de sopa de farelo de aveia
3 colheres de sopa de água
2 colheres de sopa de mel
1 colher de café de canela em pó
1 colher de sopa de fermento em pó
1 colher de sopa de óleo de coco ou vegetal

Recheio
Pasta de amendoim

Cobertura
120g de barra de chocolate 50% ou mais
1 colher de café de óleo de coco ou vegetal
Água

-> Modo de preparo:

da massa:

Bata à mão o óleo de coco/vegetal, ovos e o mel. Acrescente o restante dos ingredientes e deixe o fermento por último. Unte as formas de pão de mel (caso use as forminhas de silicone, não precisa untar). Despeje a massa, deixe assar em forno médio de 180 a 200 graus, por cerca de 20 a 30 minutos.

da calda:

Pique o chocolate e coloque 1 colher de café de óleo de coco/vegetal e um pouco de água para amolecer como uma calda. Leve ao micro-ondas em um pote de vidro por 30 segundos, mexa e volte para mais 30 segundos caso tenha necessidade.

-> Montagem:

Após assados os pães de mel, abra-os ao meio e recheie com a pasta de amendoim. Feche-os com cuidado e cubra-os com o chocolate derretido. Leve à geladeira para secar a cobertura.

Bom Apetite!

Michele Rachel Ventura Danciger
Consultora de Nutrição e Gastronomia da Bio Food
www.facebook.com/biofood.express

  • fonte da foto: MdeMulher

Salada oriental de Bifum

Bifum em chinês (Taiwan) significa “massa de arroz”.

Embora o macarrão feito com farinha de trigo seja mais popular no Brasil, é possível preparar esse alimento com outros ingredientes, como as farinhas de arroz, mandioca, milho e até quinua. Quem frequenta restaurantes orientais já deve ter percebido que o bifum, como é conhecida a versão da massa à base de arroz, faz sucesso. Assim como essa versão, as demais opções sem trigo são famosas entre os celíacos, ou seja, os indivíduos intolerantes ao glúten.

É um produto leve e saudável que pode ser consumido diariamente. É um alimento natural, simples e rápido de preparar, ideal para pessoas de todas as idades. Não contém Glúten e conservantes. Rico em vitamina E e B, é muito saboroso.

Fica pronto em dois minutos e é uma mão na roda para crianças e adultos, pode ser servido quente em sopas e bem gelado em saladas.

Vejam essa receita de salada:

Salada Oriental de Bifum

->Ingredientes:

200g de Bifum Original
2 pepinos japonês cortados em tiras bem finas
1 omelete feita com 3 ovos cortada em tiras finas
Sal e Glutamato monossódico a gosto
Óleo de gergelim a gosto
Amendoim torrado sem pele (Opcional)

->Modo de fazer:

Hidrate o Bifum Original, conforme a embalagem
Corte o pepino com um fatiador bem fino e o hidrate com o sal e assim que desidratar, esprema para retirar todo o sal.
Coloque metade do Bifum em uma saladeira, tempere com o sal e o glutamato monossódico e misture bem e coloque o pepino e o omelete e regue com azeite de gergelim e salpique o amendoim.

Rendimento: 4 porções

Michele Rachel Ventura Danciger
Consultora de Nutrição e Gastronomia da Bio Food
www.facebook.com/biofood.express