BUSQUE O ARTIGO

Moda, Beleza e Comportamento

Tag Archives:
ano novo

2017 o ano dos novos começos

O ano novo começou e me faz refletir que o que simboliza a passagem para o ano novo. Provavelmente uma renovação de esperanças para que o ano que está por iniciar seja melhor do que passou. Jogamos desejos ao vento, ao mar, à terra na expectativa que a vida se torne naquilo que nossa ilusão costuma criar: uma vida fácil, suave, como aquelas fotografias de propaganda de aposentadoria premium. Em que momento criamos essa ilusão que só nos traz frustração?

Por mais novelas mexicanas que tenha assistido na minha infância peruana, tampouco penso que a vida seja só trabalho ou sofrimento, entretanto, entendo que viver é trabalho e lazer, sofrimento e felicidade, perdas e ganhos… Estar vivo é viver cada fato e situação bem acordada e consciente. É encontrar a beleza nos bons momentos e a resignação nos piores. Acredito que quando compreendemos a vida dessa forma, saímos da ilusão que pode alegrar mas que dura pouco e passamos a viver a vida gratos pelas oportunidades que se apresentam ao longo de nosso caminho.

Desejo para todos nós um 2017 mais consciente e por isso mais feliz. 2016 não foi um ano fácil e provavelmente 2017 tampouco será. Estamos vivendo um longo período de transformações de valores. Há séculos tudo aquilo que nos regia e conduzia foi sendo questionado, e nas últimas décadas vem ruindo e desmoronando de forma tão abrupta e evidente que só um cego não consegue enxergar. Precisamos compreender de uma vez por todas isso e tornar 2017 o ano dos novos começos. Assim ao invés de fazermos resistência para manter o conhecido, nos abriremos para criar o mundo que nossos corações estão clamando. Quem faz o mundo ao nosso redor, somos nós. Os movimentos estão ai, aos montes, sem fazer ruídos nas mídias tradicionais, mas crescendo dia-a-dia. É só parar e olhar para você. Prestar atenção ao teu coração. A mudança já está em você.

Desejo que neste ano que a escassez será ainda sentida, possamos doar mais. Doar tempo, doar amor, doar atenção e doar objetos, comida. Que possamos ser gratos pelo que construímos e possuímos, doando. Oferecendo aos que não tem nada ou quase nada, aquilo que é nosso. Sem julgamento, sem pena. Mas por amor.

Desejo que este ano compreendamos que vivemos num mundo só e que estamos todos interligados. Que quando temos demais ou a mais, alguém deixou de ter. Que compreendamos que os excessos custam diretamente aos mais necessitados e à natureza; indiretamente a todos nós. Que possamos ter olhos mais econômicos, que saibamos respeitar melhor os recursos. Que possamos deixar cada vez mais de lado o eu para, o nós. Que continuemos firmes, o caminho do ter para o ser.

Desejo que possamos ouvir mais, sentir mais, respirar mais, abraçar mais, sorrir mais, orar mais, e principalmente, amar mais. O mundo está precisando mais de nós. É a época de colaborar, de se doar, de criar, de servir. Já tiramos muito do mundo, é hora de arregaçar as mangas e ajudarmos a construir o mundo que queremos deixar para nossos filhos.

Desejo que 2017 seja o ano em que a escassez valha a pena. O período de escassez, de dificuldades, é o período rico e criativo da natureza. O período em que os heróis surgem, as escolhas acontecem e o coração acorda; porque como ouvi uma vez de um padre na igreja da Medalha Milagrosa em Paris: “quando as coisas vão bem, o coração dorme”.

Desejo um 2017 com o coração despierto para você.

Nany Bilate
Pesquisadora, pensadora e fundadora da Behavior, centro de estudos sobre valores e crenças sociais.
www.behavior.com.br

Que mulher você quer ser em 2017?

Vai chegando o final de ano e parece que o mundo vai acabar. No último mês do ano surge uma lista de tarefas adicionais, que, sinceramente, não sei como conseguimos cumprir: é festa da escola das crianças, encontros com os amigos que parecem que após dezembro irão morar em outro planeta, presentes a serem comprados, decoração de final de ano da casa, roupas das crianças, escolhas para entreter crianças nas férias, compromissos de fim de ano da empresa… e ainda cuidar para não engordar e colocar a perder todo o sacrifício dos últimos meses.

Para mim o fim do ano é o fim de um ciclo. O fato de pensarmos e vivermos a vida condicionadas ao calendário anual e darmos tanta importância às festas de final de ano, ajuda a criar um ciclo de doze meses nas nossas vidas. Não importa se você é contra o calendário Gregoriano ou não; o que importa é que muito da nossa vida é regido por ele.

Sendo assim, sinto que é uma época para baixar a poeira das atividades – exatamente o contrário do que fazemos. É um período para voltar para dentro de nós e refletir sobre o ano que se vai e o ano que está para entrar nas nossas vidas. Pensar em todas as oportunidades que essa mudança pode representar nas nossas vidas. É o tempo de escrever, ligar, gravar mensagem para aqueles que estiveram conosco de forma especial. É o momento de agradecer e de doar amor. É o momento de refletir quem queremos ser no ano que entra.

Costumo ouvir que a sociedade está doente, que o mundo que vivemos não é o mundo que gostaríamos de viver,  mas é importante lembrar que quem faz o mundo somos nós, especialmente o mundo ao nosso redor. Sim, acredite, o mundo reage à forma como agimos com ele. Muita da realidade que está ao nosso redor, bem próxima, foram escolhas nossas. Viver no automático, nas tarefas, sendo conduzidas pela vida e pela sociedade, costumam ser escolhas; as vezes difíceis, as vezes pouco conscientes, as vezes limitadas. Porém, acredito, que a forma como reagimos às situações que a vida nos impõe, é nossa responsabilidade.

Por tudo isso te convido a refletir a partir de hoje, próximo do dia que termina o ano no calendário Gergoriano, sobre o seu ano de 2017, sobre qual tipo de mulher você deseja ser ou continuar sendo. Sobre o quê você abriria mão, que você sente que não te faz mais bem, e ao quê você abriria espaço para entrar na tua vida. Você terá mais um ano de vida, serão 365 dias para viver, realizar, conviver, rir e chorar. Como você espera terminar 2017?

Silenciar, parar, respirar longa e profundamente. Fazer uma pausa para recomençar e permitir que teus sentimentos mais profundos e as vezes abafados, venham a tona e guiem você para 2017. Que a mulher que você quer ser, se manifeste. Esse é meu desejo de virada de ano para você.

Feliz ano novo!

Nany Bilate
Pesquisadora, pensadora e fundadora da Behavior, centro de estudos sobre valores e crenças sociais.
www.behavior.com.br

O tempo e o ano novo

Acabou o ano e com ele, ao menos pra mim, uma sensação de alivio e dever cumprido.

Precisamos de uma organização formal de começo e fim. Ou seja, nada muda além de datas, números, mas precisamos por uma questão de organização dar um fim, ao começo.

Em princípio, tudo que começa, acaba! Simples assim, mas a impressão de que atingimos uma meta, ou ainda, a possibilidade de um novo começo, é agradável e alentador.

Todo começo, traz com ele uma ideia de renovação e esperança. De novas possibilidades e chances.

Hoje amanheceu com um lindo sol na minha janela, um convite para sair a rua, passear.

Este é o ultimo texto de 2016. Foram muitas ideias, e possibilidades de comunicação que não terminam.

Minhas experiencias de vida continuam borbulhando e minha capacidade criativa também. Adoro escrever!

Agradeço a quem lê minhas reflexões.

Quando era professora de graduação em psicologia, olhar meus alunos e saber que um pouco de mim estaria com eles, é um conforto!

O mesmo sinto aqui, neste espaço onde posso expressar minhas idéias, meus pensamentos. Deixo registrado em letrinhas, pedacinhos de mim.

Que a vida não acaba, que algo permanece no registro do tempo.

Fim de ano… Natal… datas importantes, mas continuamos essencialmente os mesmos, apesar do calendário finalizar um ano. Precisamos saber que fizemos um percurso e alcançamos uma meta. Mesmo que seja para organização interna e a sensação de completude, de capacidade em navegar por este mar de tempo.

Desejo a todos um esplêndido ano novo, cheio de sonhos e projetos.

Precisamos deles para continuar na navegação da vida, sempre, mas com respeito a essência de cada um, que trazemos em nossos registros a muitas e muitas gerações.

Até o próximo ano !!!!

Beijos,

Miriam Halpern
Psicologa e psicanalista
mhalperng@gmail.com

Detox de Fim de Ano

Quando o ano vai chegando ao fim e a gente percebe que temos poucas semanas até o calendário “virar” a gente vai sendo tomada por um desejo de renovação que chega a ser mais forte do que a gente, né não?

E aí é um tal de promessa pra cá, meta pra lá, limpeza nos papéis da casa, do escritório, no quarto das crianças… e o seu guarda roupa, há quanto tempo não vê um (bom) detox?

Dizemos “bom” porque detox bom é detox feito sem dó, com base em aspectos práticos e técnicos e sem apegos emocionais. A gente garante que um detox bem feito faz milagres! Por isso, anota aí 5 dicas de ouro pra fazer o seu detox nesse final de ano e entrar em 2017 arrasando nos negócios!

  • Se você não usou determinada peça de roupa nos últimos 12 meses, é bem provável que você nunca mais vá usa-la: isso porque se você já teve a chance de usa-la em todas as estações do ano e não usou, é bem pouco provável que você ame aquela peça, ou que ela caiba no seu corpo e/ou na sua vida. Melhor liberar o espaço 😉
  • Se seu sapatinho “velho de guerra” já foi pro conserto várias vezes e está pedindo arrego de novo, considere seriamente jogá-lo fora e substituí-lo por um novo em modelo e cor semelhante pra não correr o risco de passar aperto numa situação em que isso não permita (tipo arrebentar a lateral numa reunião, quebrar o salto chegando num evento… melhor não, né?);
  • Velho é diferente de vintage: ou seja, se você guarda peças antigas esperando a moda “voltar”, pense duas vezes. Salvo raríssimas exceções, quando a moda “volta”, ela é inspirada em determinada época e não resgatada de lá (rs), ou seja, pra não ficar com cara de figurino de novela de época, guarde apenas as peças que significam algo pra você sentimentalmente numa caixinha, longe do seu guarda-roupa do dia a dia, tá?
  • O que você está guardando pra usar “quando emagrecer” deve ser retirado do seu guarda-roupa se você precisa perder mais do que 2 ou 3 quilos pra usar. Isso porque pode ser que demore muito pra isso acontecer e/ou que o seu corpo (e sua cabeça) mude muito no processo. E muito provavelmente quando você chegar nesse peso você já não vai mais querer usar aquela roupa ou ela nem vai cair bem em você… melhor tirar e quando você chegar no peso desejado, se dê uma peça nova de presente inspirada na que você tirou no seu detox!
  • Mande pra costureira ou pra lavanderia TUDO o que não estiver sendo usado porque está sem botão, manchado, com a barra (da saia, da calça, das mangas…) longo demais. E o que estiver “sem salvação” (puído, velhinho, machas que não saem, etc.), saem imediatamente!

Lembre-se de que tudo o que você tirar do seu guarda-roupa que estiver em bom estado pode ser vendido, trocado com as amigas… então, aproveite também o detox pra ganhar um dinheirinho ou pra trazer algumas peças novas pro seu guarda-roupas sem gastar dinheiro…

Nos vemos em 2017!

Um lindo Ano Novo pra vocês!!!!!

 

Beijo grande,
Carol e Carlinha
Assinatura de Estilo
www.assinaturadeestilo.com.br
FB: Assinatura de Estilo
Instagram: @estiloassinatura

 

ANO NOVO, CASA NOVA

Olá queridas Bellas! Estamos desembarcando por aqui com muitas dicas bacanas de decoração para vocês deixarem a casa cada vez mais bonita e aconchegante.

Pra começar o ano novo bem que tal começar renovando a casa? Quem disse que vocês precisam gastar rios de dinheiro com isso estava te enganando! Aqui tem dicas ótimas pra renovar sem ter que estourar o cheque especial.

  1. Aproveite as liquidações de começo de ano!

As lojas de moveis e decorações costumam renovar seus estoques no começo dos anos, então é a hora certa de aproveitar por ótimos produtos a preço bom. Temos que apenas tomar o cuidado de ver o estado das peças e as condições das promoções, pra não levar gato por lebre.

  1. Concentre suas compras em um local só ou em poucos locais!

 

Eu não sei vocês, mas eu não posso ter muita opção porque fico cansada e logo desisto.  Se preciso renovar vários itens, gosto de ir em shoppings de decoração ou lojas que tenham várias opções de produtos, como grandes lojas de departamento ou home centers. Assim não perco tempo, economizo no estacionamento e ainda tenho pique pra gastar um tempinho  curtindo as vitrines e escolhendo o melhor produto.

 

  1. Troque as capas de suas almofadas!

Capas de almofadas novas dão uma cara nova automática no seu sofá. Se ele for de uma cor neutra, mais ainda, pois você poderá ter varias guardadas e ir trocando conforme a vontade ou a estação do ano! Opte por tecidos fáceis de lavar (só lembre de ver se pode lavar na maquina e se eles encolhem!), com zíper (fáceis de por e tirar) e com estampas que tenham a sua cara e combinem com sua decoração.

como-usar-almofadas-na-decoração-1

Brinque com as cores, estampas e tamanhos. Quem disse que almofada só pode ser quadrada?

Imagem20 (1)

Imagem26 (2) (1)

Cuidado só pra não exagerar e não sobrar espaço pra você no sofá. Afinal uma Bella merece relaxar num sofá maravilhoso né?

4. Mude alguma parede!

Sabe aquela paredinha sem graça que você não gosta? Que tal transformar ela no centro das atenções do ambiente? Você pode mudar ela de vários jeitos, pintando de uma cor nova pra dar destaque, colocando um papel de parede bonito, um adesivo ou colocando quadros novos! Ou até usando duas ou mais técnicas juntas (falaremos mais sobre misturas transadas num próximo post)!

Imagem243

Imagem118

227-thumb (1)

 

5. Reforme, recicle! Seja criativa!

 

A criatividade é sua aliada n. 1 nessas horas. Negocie os preços, veja o que você tem em casa que pode ser reformado ou restaurado. Cadeiras antigas podem receber um novo tecido e ficarem como novas.  Caixas de sapato podem ser revestidas com tecido adesivo. Caixotes de madeira podem ser lixados e transformado em estantes, bancos, mesas! As possibilidades são infinitas!

 

inspiracao-caixotes-2 cópia3-Medium1 (1)6. Busque ajuda de um profissional, se precisar!

Existem muitos profissionais no mercado que atuam com consultorias rápidas e com custo acessível. Eles podem te ajudar muito na hora de renovar, e serão um investimento pra que você não gaste com peças que não cabem ou não combinam na sua decoração. Se não souber por onde começar, procurar um desses profissionais é um ótimo pontapé!

Esse é só o nosso primeiro post meninas! Espero que gostem. Caso tenham algum tema que gostariam que eu escrevesse, me mandem na nossa pagina no face!

Um grande beijo

Arq. Luiza Altman

Clinica DECORação

https://www.facebook.com/siteclinicadecoracao/

www.clinicadecoracao.com.br

Instagram: @clinicadecoracao

Feliz Ano Novo!

Vocês que me acompanharam esse ano e me viram falar sobre minhas peripécias e aventuras devem estar esperando mais um texto engraçado para fechar o ano…desculpem… mas não será isso, não desta vez.

Vou falar sério de algumas coisas que pra mim pelo menos, valerão não só para o próximo ano… mas para uma vida inteira! Se alguma dessas coisas que escreverei aqui lhe fizer sentido, use e abuse, afinal o que a gente realmente quer na vida é ser feliz.

Para ser feliz, seguem algumas coisas importantes a serem feitas, e garanto: nenhuma delas envolve dinheiro.

1. Seja mais flexível: por mais que queira e às vezes quase tenha certeza, nem sempre você terá a razão. Por mais difícil que pareça ser, para darmos a razão a alguém, ela deve fazer sentido para a gente… se não fizer, retrucaremos até o fim. Sendo assim, poupe energia e não discuta com coisas e pessoas que não te levam a lugar algum.

2. Evite desgastes: muitas vezes nos desgastamos tentando encontrar o porque das coisas ou ainda em discussões desnecessárias. Pare e pense… Você nem sempre receberá aquilo que dá na mesma intensidade, mas certamente apenas dará o que tem! Deixe que a ingratidão volte a quem de direito por outros meios, e não fique amargurando o que passou. O passado não te leva a lugar nenhum… ele só te impede de seguir em frente.

3. Esteja bem para fazer o bem: dedique seu tempo a quem merece… começando por você mesma! Muitas vezes queremos dar conta do mundo e da vida de todos a nossa volta e nos esquecemos de nós mesmas. Num salvamento por exemplo, você só pode resgatar alguém se estiver segura e souber nadar, caso contrário morrerá junto. Ajuste seus ponteiros, objetivos e siga em frente. Quando estamos bem com a gente o resto flui melhor.

4. Economize críticas vazias: a crítica construtiva faz crescer a quem ouve, pois é dada como um presente. A crítica vazia além de não levar a lugar algum, traz oportunidade de discussões que geralmente se encaminham para lugares indesejados e sem foco. Isso traz desgaste e mal estar que não mudarão a sua vida, mas certamente tirarão do prumo a quem as ouviu sem necessidade.

5. Não desmereça ninguém: todos tem a melhor família do mundo apesar dos perrengues, todos têm os filhos melhores do mundo, todas são super mães e super pais… Sendo assim, respeite que por mais diferença que tenha, cada um faz o melhor de si quando o assunto é amor.

6. Pratique a empatia: em todas as situações que viver, a possibilidade de colocar-se no lugar do outro muitas vezes é o melhor termômetro para agir ou não. Sentir como o outro sente pode nos ajudar a sermos menos individualistas e proporcionar gratidões indescritíveis.

7. Sorria sempre: o sorriso abre portas! O sorriso transforma um dia… o sorriso acalma a alma… o sorriso sempre faz bem. Não sorria precisando de um motivo, seja o motivo! Você está viva e isso já é o melhor motivo de todos.

8. Não tenha medo de dizer não: quando dizemos o sim para agradar o outro, o outro vai embora feliz e você fica triste por não ter feito o que queria. Na vida, você sempre ouviu mais ‘nãos’ do que ‘sins’ e isso certamente te fez seguir em frente buscando alternativas e melhores soluções. Nem sempre foi fácil ouvir o não, mas a conquista posterior a esse não, tinha um sabor inigualável. Deixe que as pessoas descubram o sabor da conquista também.

9. Seja solidário: Ser solidário é saber ouvir além das palavras, é saber enxergar além dos olhos… vai além da doação de alimentos ou roupas… Também é a doação de tempo. Tenha tempo para as pessoas, ouvir um desabafo, uma aflição, uma alegria, uma saudade, uma história e até mesmo um abraço, podem salvar um dia de alguém.

10.Pratique a cara de Barbie na caixa: para tudo o que não está escrito acima podemos usar o nobre sorriso da amiga loira. Para todas as pessoas que enchem o saco com conselhos desnecessários, críticas ridículas, intromissões de vida alheia, fofocas descompensadas, comentários de pessoas mal amadas, dicas de relacionamento vindas de casal sem noção… Barbie na cabeça! Solte aquele sorriso sem estresse sem mencionar uma palavra sequer e dane-se… abra um vinho e vá ser feliz como você bem entender!

Beijos até o ano que vem!

Juliana Brandileone