BUSQUE O ARTIGO

Moda, Beleza e Comportamento

Tag Archives:
frio

Chuva e frio…

Chuva e frio…

Quem é paulistano, está encharcado de tanta chuva. Hoje amanheceu seco… Vamos passear, pensei e propus!

Quebrei sem querer uma armação de óculos e hoje seria um bom dia para procurar outra. Achamos!

Tempo seco… oba! Estávamos no centro da cidade e começa a escurecer: vimos um táxi que recusou a corrida. Fomos ao metrô: a linha 4 esta em reparos… vamos em frente e descemos na Praça da Republica.

Continuando o caminho para chegar em casa.

Mal sabia que hoje, seria outro dia de atribulações.

Aliás, viver é um tumulto! Fazer-se entender também. Cada um tem sua forma, jeito de pensar e entender as coisas.

Afinal, para que servem as palavras? Comunicação é uma arte. Fico na dúvida se me comunico bem. Se minha escrita é clara e se é possível me fazer entender.

A dúvida sempre presente, de como será que sou lida e percebida.

Às vezes vejo as pessoas como equipamentos de recepção e emissão: como uma antena parabólica, receptora de estímulos e repetidora de sons e imagens.

Tudo depende da sintonia a que estou ligada e em que frequência transmito minhas ideias, que, dependem também se a antena receptora, é capaz de captar os sinais que envio. Complicado…

Enfim, continuo mandando mensagens e sinais. Aguardo retorno dos estímulos enviados, das antenas que possam captar a frequência das minhas emissões.

Boa chuva!

Miriam Halpern
psicóloga e psicanalista
mhalperng@gmail.com

Treinar com o frio, sim ou não?

Sair de baixo dos cobertores com esse friozinho, não é nada fácil. Mas, se você pensar em todas as vantagens relacionadas à prática de exercícios físicos, logo perceberá que o esforço vale a pena.

O Brasil é um país de temperaturas mais quentes e amenas, portanto o brasileiro não está acostumado à temperaturas muito baixas, e quando as temperaturas caem no termômetro logo vem uma sensação de desanimo. A atividade física é essencial nessa época para aumentar nossos níveis de serotonina e endorfina, com isso trazer a sensação de bem estar e animo que temos nos dias mais quentes. Muitos casos de depressão melhoram muito com a prática regular de exercícios.

Ao fazer exercícios físicos em temperaturas mais baixas a quantidade de calorias gastas é maior. De acordo com um estudo realizado pelo Celafiscs (Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul), praticar exercícios físicos durante o inverno aumenta em até 30% a queima de calorias. Além disso, com o clima mais frio, o corpo queima mais calorias para manter-se aquecido e aumentar a sensação de calor. Desta maneira, as mudanças fisiológicas e metabólicas geradas pelo frio podem potencializar os exercícios e aumentar os efeitos das atividades no organismo.

A prática de exercícios regulares durante o inverno diminui os efeitos dos abusos alimentares, como a maior ingestão de chocolates, bebidas quentes, alimentos mais gordurosos, como a tradicional feijoada ou fondue de queijos. Praticar atividade física com frequência ajuda a evitar alimentos mais pesados e reduzir a necessidade deles.

Com a prática de exercícios diversos músculos são fortalecidos e alongados, melhorando o quadro e a capacidade articular e muscular de todo o corpo. Além disso, ao praticar exercícios regularmente é possível prevenir ou diminuir dores articulares e musculares que muitas vezes se intensificam com a queda da temperatura.

Manter-se ativo, ou dar inicio a um programa de exercícios físicos no inverno diminui e evita muitas doenças ligadas ao sedentarismo, como doenças cardíacas, diabetes, doenças articulares e ósseas, depressão, doenças vasculares e a obesidade.

Bons treinos e mantenha-se ativo!

Carla Simaes
Personal Trainer
Insta @csimaespersonaltrainer

Natação no inverno também faz bem!

Queridas Mamães!

Está chegando o frio e com ele muitas crianças ficam doentes devido a mudança de temperatura, e por isso é importante ter cuidados extras nessa época do ano. O que muita gente não sabe é que a natação durante os meses frios pode ser uma grande aliada contra as doenças respiratórias, e o resultado chega com a persistência. Veja algumas dicas e benefícios, segundo especialistas:

BENEFÍCIOS DA NATAÇÃO NOS MESES FRIOS:

– A umidade do ambiente da piscina é uma ótima aliada no combate de resfriados, asma e bronquite, comuns nessa época do ano.
– A umidade da piscina hidrata as vias respiratórias, evita o ressecamento e previne o aluno de alergias, sangramentos nasais e crises respiratórias.
– A prática constante de natação aumenta o intervalo das crises respiratórias.
– A criança precisa se adaptar a trocas de temperatura, quanto mais de ”expõe”, mais se adapta.
– As atividades da natação fortalece o tórax, aumentando a capacidade pulmonar.
– Manter o ritmo de aulas fará com que o aluno não perca todos os benefícios e habilidades alcançadas até o momento.

DICAS IMPORTANTES:

– Colocar roupão sempre que sair da piscina.
– Proteger a cabeça com um gorro ou secar os cabelos antes de sair da escola.
– Estar bem agasalhado e aguardar uns 5 minutinhos antes de ir embora da escola.
– Diminuir a temperatura da água no último minuto do banho, assim já vão preparando o corpo para o clima lá de fora.

Espero que estas dicas sejam bem aproveitadas, e quaisquer dúvidas, estou à disposição!

abraços,

Dani Fuhrman Dangot  (*)
Prof. Educação Física

(*) Atleta de Natação desde os 8 anos de idade, uni minhas conquistas e experiências ao amor pelas crianças e atualmente dedico meu tempo a ensiná-las e também amar esse maravilhoso esporte na escola de natação exclusiva para bebês e crianças Jump! Moema

Receita de Sopa de Abóbora com gengibre

Sopas para servir no outono

Outono fresquinho, dá até vontade de começar a preparar sopas quentinhas como prato principal, principalmente para servir no jantar.

As manhãs e as noites tornam-se frescas, começam a exigir agasalho. As árvores, lentamente, deixam que as folhas amarelem e caiam. Por diversos pontos da cidade os passeios começam a ter as folhas caídas das árvores.

Começam os primeiros dias de chuva, que nos obrigam a mudar o guarda-roupa, e a pedir na mesa comida quente e fumegante que nos reconforte e aqueça a todos que estão ao nosso ao redor. E sopa vai sempre combinar com os dias frescos e chuvosos do Outono.

Nosso organismo pede por mais alimentos para nos mantermos aquecidos e, dessa maneira, acabamos aumentando as porções nas refeições, e devemos sempre nos conscientizar para não desperdiçar os alimentos também no Outono.

Segue uma receita gostosa de sopa, para começarmos essa nova estação!

Sopa de abóbora com gengibre e couve

-> Ingredientes:

1,5 litro de água fervente
2 colheres de sopa de óleo de canola
1kg de ábobora cabotian descascada e picada
1 cebola média cortada em pedaços ou 2 cebolas pequenas
2 dentes de alho picados
2 colheres de chá de gengibre ralado
3 colheres de sopa de cheiro-verde verificados.
Sal marinho ou sal rosa a gosto

-> Modo de preparo:

Refogue a cebola e o alho em uma panela.
Depois, coloque a abóbora e refogue por mais um minuto.
Acrescente sal a gosto.
Ponha a água e deixe cozinhar por cerca de 20 minutos, em fogo brando, com a panela tampada.
Desligue o fogo, leve a mistura ao liquidificador e sirva a seguir com croutons integrais.
Sirva com um bom vinho de sua preferência.

Rendimento: 6 porções

Bom apetite!

Michele Rachel Ventura Danciger
Consultora de Nutrição e Gastronomia da Bio Food
www.facebook.com/biofood.express

Mudança de Estação

Olá Bellas!

Aqui em São Paulo está fazendo um frio como há muitos anos não faz.

O frio chegou… Mas ainda estamos no outono. Pelo calendário, inverno mesmo só dia 21 de junho. Mas estamos bem perto. Hoje, dia 7/6 as temperaturas estão baixas e a umidade é enorme.

Tentei pensar em algo mais interessante para escrever aqui, mas isso não me sai da cabeça: o frio, as baixas temperaturas e o nosso pouco preparo para enfrentar mudanças.

A propósito do tempo e das estações (não falo de televisão, nem rádio), percebo como é difícil mudar: a pele sofre, o nariz escorre… que dirá mudança de casa ou de país?

Ou ainda mudança de idade? Quem disse que é fácil?

Na teoria tudo parece coerente e inteligente, mas viver qualquer uma destas experiências nem sempre traz aquilo que nosso entendimento racional optou.

Sabemos que quando está frio, o corpo necessita de mais agasalho e cuidado. Mesmo assim, vejo pessoas pela rua com roupas de manga comprida, mas inadequadas ao frio que faz. Será que são imunes ao frio, ou tem dificuldades em mudar e reconhecer que somos frágeis seres humanos?

Se mudar de roupa é estranho, que dirá mudar uma condição estabelecida (casamento, emprego, moradia ou país)?

Ou ainda mudar uma ideia que acredita há muito tempo e usa o conceito em sua vida?

Fácil falar!!!!!!! Escuto constantemente pessoas dizendo estarem abertas a novas ideias… belas palavras!

Ter disposição em rever conceitos e assim mudar as “estações” que escolheu para viver a vida me parece difícil, quase impossível, mas acredito e tenho fé, que com um certo esforço, seja possível.

Ainda tenho fé no humano em cada um de nós.

Fica a reflexão para todos!

Até a próxima!

Miriam Halpern
Psicologa e psicanalista
mhalperng@gmail.com

Como preparar Fondue de Chocolate.

A palavra fondue é de origem francesa “fondre” que significa derreter.
Fondue é um prato da origem suíça, criado durante a Segunda Guerra Mundial, em meio ao rigoroso inverno suíço. Os camponeses que moravam em regiões montanhosas não tinham como buscar mantimentos nas cidades. Assim, começaram a utilizar o queijo (já que eram produtores de leite) como principal ingrediente de uma comida quente, simples, saborosa e nutritiva. O queijo ficava no fogo e cada camponês mergulhava pedaços de pão no creme de queijo derretido.

O fondue só ganhou fama na década de 50, quando o chefe Conrad Egli, do restaurante Chalet Suísse, em Nova York, passou a servir o prato. Para complementar, criou o fondue de chocolate, que servia de sobremesa.

Então vamos aproveitar que o dia dos namorados está chegando e preparar um fondue de chocolate para o marido/ namorado?

Fondue de chocolate

Ingredientes:
250 g de chocolate ao leite;
250 g de chocolate meio amargo;
100 ml de vinho branco (opcional);
100 ml de creme de leite fresco;
Frutas picadas (Morango, banana, kiwi, cereja, uva).

Modo de fazer:
Pique os chocolates e coloque em uma panela junto com o vinho branco.
Leve ao fogo brando para derreter e acrescente o creme de leite.
Quando estiver pronto é só levar para o rechaud e servir espetando as frutas.

Rendimento: 4 porções.

Bom apetite!!

Michele Rachel Ventura Danciger
Consultora de Nutrição e Gastronomia da Bio Food
www.facebook.com/biofood.express