BUSQUE O ARTIGO

Moda, Beleza e Comportamento

Tag Archives:
satisfação

Onde está a felicidade?

Um dia destes, li um texto de Eliane Brum, cujo título me chamou atenção: “O Despreparo da Geração Mais Preparada”.

Chama de geração preparada, a geração que teve acesso a bons colégios e boas faculdades. Pessoas que puderam ter uma educação formal adequada e assim se prepararam tecnicamente. Aptos em tecnologias e conhecimentos, mas inaptos em lidar com frustrações próprias da vida, do dia a dia.

Ser feliz é trabalhoso, e não um direito adquirido!

Tudo isso leva a um sofrimento real. Uma dificuldade em compreender que viver demanda esforço; construir uma carreira ou uma família é extremamente trabalhoso e árduo!

Isso não se aprende na escola nem existe técnica em pular os degraus dos caminhos que cada um decide seguir.

Frequentemente, estes caminhos são cheios de dor e adversidades, mas quem esta preparado para isso?

Quem compreende e aceita que a dor pode ser o elemento que ira forjar uma pessoa mais forte? Melhor resolvida?

Encontrar um ambiente onde o trabalho seja uma extensão da própria casa, não existe. A complacência do pai ou da mãe, só cabe no ambiente familiar. Muitas vezes, a compreensão disto é sofrida, mas real.

Será que preparamos nossos filhos para viver?

Felicidade é uma conquista dura e efêmera, mas mesmo assim, intensa e gratificante.

Ser feliz, dá trabalho, demanda esforço e tolerância. Viver é para insistentes! Felicidade também. Não é uma questão de ter direito a ela, mas uma luta, uma batalha. Uma conquista trabalhosa!

E o sabor da conquista? Este sabor não tem preço!

E o esforço? Alguém já viu alguma construção sem esforço?

O prazer em ver uma tarefa completa, ou um desafio transposto… Precisamos cuidar e permitir que nossas crianças superem suas dificuldades, experimentem suas capacidades e potência.

Frustração não é fracasso, mas pode ser o propulsor do movimento que venha a gerar felicidade.

A satisfação vinda de um esforço, a alegria de uma conquista difícil… ou poder ver um pássaro em uma árvore cantando… ai pode estar a felicidade.

Tudo depende do olhar que posso dar a cada momento deste grande mistério que é viver.

Miriam Halpern
Psicologa e psicanalista
mhalperng@gmail.com

O tempo e o ano novo

Acabou o ano e com ele, ao menos pra mim, uma sensação de alivio e dever cumprido.

Precisamos de uma organização formal de começo e fim. Ou seja, nada muda além de datas, números, mas precisamos por uma questão de organização dar um fim, ao começo.

Em princípio, tudo que começa, acaba! Simples assim, mas a impressão de que atingimos uma meta, ou ainda, a possibilidade de um novo começo, é agradável e alentador.

Todo começo, traz com ele uma ideia de renovação e esperança. De novas possibilidades e chances.

Hoje amanheceu com um lindo sol na minha janela, um convite para sair a rua, passear.

Este é o ultimo texto de 2016. Foram muitas ideias, e possibilidades de comunicação que não terminam.

Minhas experiencias de vida continuam borbulhando e minha capacidade criativa também. Adoro escrever!

Agradeço a quem lê minhas reflexões.

Quando era professora de graduação em psicologia, olhar meus alunos e saber que um pouco de mim estaria com eles, é um conforto!

O mesmo sinto aqui, neste espaço onde posso expressar minhas idéias, meus pensamentos. Deixo registrado em letrinhas, pedacinhos de mim.

Que a vida não acaba, que algo permanece no registro do tempo.

Fim de ano… Natal… datas importantes, mas continuamos essencialmente os mesmos, apesar do calendário finalizar um ano. Precisamos saber que fizemos um percurso e alcançamos uma meta. Mesmo que seja para organização interna e a sensação de completude, de capacidade em navegar por este mar de tempo.

Desejo a todos um esplêndido ano novo, cheio de sonhos e projetos.

Precisamos deles para continuar na navegação da vida, sempre, mas com respeito a essência de cada um, que trazemos em nossos registros a muitas e muitas gerações.

Até o próximo ano !!!!

Beijos,

Miriam Halpern
Psicologa e psicanalista
mhalperng@gmail.com